Com o objetivo de comparar o faturamento declarado pelos estabelecimentos com o real volume de vendas, mais de 40 auditores fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda participam, a partir deste dia 1º de março, de uma grande operação em estabelecimentos varejistas dos setores de confecções, cama mesa e banho, calçados, restaurantes e mercados.

Levantamentos da Fazenda apontam que muitos estabelecimentos têm declarado faturamento praticamente idêntico àquele informado pelas administradoras de cartão de crédito. “Isso significa que não está havendo emissão do documento fiscal nas operações pagas através de outros meios como dinheiro, cheque e crediário próprios”, explica o gerente de Fiscalização da Secretaria, Francisco de Assis Martins. Segundo ele, outro critério determinante para seleção dos estabelecimentos foi o baixo percentual de recolhimento de ICMS em relação ao faturamento declarado. “Os auditores fiscais acompanharão o faturamento dos estabelecimentos selecionados na “boca do caixa”, operação por operação, durante o período de atendimento, pelo prazo de trinta dias, que compreende um período de apuração do ICMS”, completa o gerente.

Nesta operação serão visitados estabelecimentos localizados em Florianópolis, Joinville, Blumenau, Balneário Camboriú, Criciúma, Tubarão, Chapecó, Joaçaba, Lages, Rio do Sul e São Bento do Sul.

O secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, lembra que durante todo o ano serão deflagradas operações em diversos setores e municípios. “O combate à sonegação é uma das formas de garantir a sobrevivência dos empreendedores corretos”, diz.

Fonte: Assessoria de Comunicação SEF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *